Policial

Loja do Comércio é alvo de ladrões 5 vezes em 2 semanas

Uma loja de produtos de limpeza localizada na Avenida Oscar Pontes, na Calçada, em Salvador, foi alvo de cinco arrombamentos em um intervalo de pouco mais de duas semanas, entre 30 de abril e 18 de maio.

Segundo Luciano Costa, dono do estabelecimento, a primeira invasão, em uma tarde de sábado, resultou em um prejuízo de R$ 3 mil. A partir do segundo furto, quatro dias depois, o proprietário decidiu instalar um circuito de câmeras nas áreas interna e externa do ponto comercial.

Em uma das imagens captadas no período, um homem, vestido com um blusão e usando um boné, aparece descendo pelo telhado, no segundo andar .

Minutos após entrar no cômodo, que até então funcionava como estoque,  ele volta carregando uma caixa e uma sacola. Na sequência, o ladrão sobe em um tanque de água e sai pela mesma abertura na parte superior do imóvel.

Na invasão mais recente, desta vez executada em dupla, em 18 de maio, o flagrante é feito do lado de fora do estabelecimento. Às 7h37 da noite, em meio ao intenso movimento de carros, um dos homens se aproxima do muro que dá acesso à área vizinha ao comércio.

Em seguida, ele observa o movimento ao redor e finge mexer em uma caixa de lixo. Cerca de uma hora se passa quando os dois criminosos deixam o local com uma  caixa e dois pacotes de papel higiênico.

As gravações, de acordo com o dono da loja, foram entregues à 3ª Delegacia Territorial (Bonfim), onde ele registrou Boletim de Ocorrência de um dos arrombamentos.

Procurada na tarde desta quinta, a delegada Ana Virgínia Paim, titular da unidade,  não soube informar se o caso já está sendo investigado pela 3ª DT, pois precisaria consultar o sistema.

Trancado a sete chaves

Oito câmeras monitoradas por uma empresa privada, sensor presencial com alarme e reforço nos acessos à loja estão entre as medidas de segurança adotadas pelo comerciante Luciano Costa, na tentativa de evitar mais dor de cabeça.

“Botei grade em praticamente tudo e mudei o estoque de lugar, pois sinto falta de uma atenção maior por parte da polícia. Tenho tomado muitos prejuízos por causa desses furtos. Em uma única semana, a loja foi invadida quatro vezes “, lamenta o comerciante.

Questionada sobre a segurança na região, a assessoria da Polícia Militar informou que a 16ª CIPM (Comércio) faz ronda diuturnamente naquela área, por meio de radiopatrulhamento e abordagens preventivas, com apoio da Rondesp BTS.

Segundo a corporação, além do registro na delegacia, os casos devem ser informados ao  Disque Denúncia, no telefone 3235-0000.

“Estamos entregues”

O gerente de uma loja de motos vizinha ao estabelecimento de Luciano Costa disse que, na madrugada desta quinta, criminosos também tentaram arrombar a concessionária. Conforme relatos de funcionários, outros comerciantes da região sofrem com o mesmo problema.

“Acontece isso direto por aqui. Os caras entram para levar o que tiver. Os caras que fazem isso são usuários de drogas e moradores de rua. Fazem isso para sustentar o vício deles, mas acabam prejudicando quem não tem nada a ver. Estamos entregues”, relatou um vendedor.

Fonte: Correio da Bahia

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar