BahiaBrasilCidadeFeaturedSaúde

Salvador teve redução de 63% do número de casos de Aedes aegypti

Salvador vem apresentando uma queda nos números de casos suspeitos de dengue quando comparado ao ano anterior e com outras cidades brasileiras. De acordo com o levantamento da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), houve uma redução de cerca de 63%, no boletim da semana epidemiológica de 5 a 11 de fevereiro. Neste período foram 322 casos notificados, contra 872 no mesmo período do ano passado.

Para garantir que os foliões soteropolitanos, baianos e turistas curtam o Carnaval de forma segura no que tange às doenças urbanas, a SMS, através do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), intensifica as ações de controle e prevenção contra o mosquito Aedes aegypti, causador da dengue, zika e chikungunya. Mesmo com os festejos, agentes de endemias seguem realizando atividades de inspeção e aplicação de inseticidas em bairros estratégicos.

“Os dados positivos são fruto do investimento em tempo, recursos e ações que dedicamos e executamos intensivamente ao logo do ano. Com esse trabalho, estamos na contramão de algumas capitais do país que decretaram situação de emergência pública por conta da dengue”, declara a gestora.

No entanto, Ana Paula ressalta que a pasta continua em alerta e empenhada para garantir uma Salvador livre das arboviroses. “E contamos muito com a vigilância da população, uma vez que 80% dos criadouros do mosquito Aedes aegypti estão dentro das próprias residências”, pontua.

Varela Net

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar