Policial

Serial killer disse que está com vontade de matar dentro da cadeia, revela delegado

“Ele não tem amor próprio, já tentou suicídio”, diz Eduardo Prado

O vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos, disse aos policiais, na madrugada desta segunda-feira (20), que “está com vontade de matar”. Ele é acusado de matar 39 pessoas em Goiânia (GO). A revelação foi feita pelo delegado Eduardo Prado, em entrevista a TV Anhanguera.

Tiago passou a madrugada lendo revistas e pediu bebida alcoólica aos policiais, mas que não foi atendido. “Outra coisa curiosa é que ele lê de trás para frente de forma rápida, como se fosse dinâmica, lendo de forma alta”, revelou o delegado.

“Ele perguntou para os agentes [que] se matar algum indivíduo dentro do presídio [se] ele responderá criminalmente por isso. Muito estranha a atitude e as conversas desconexas que ele vem falando”, diz Prado.

“A nossa preocupação é com a observação constante dele na cela. Ele não tem amor próprio, já tentou suicídio. Constantemente, quando eu estou na sala, ele pede para levar fio dental para ele. [Na] Hora que pergunta se é para suicidar ele dá uma risada sarcástica”, completou.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar