Policial

Sob investigação, Margareth Menezes esclarece porque cobrou cachê 4 vezes maior para prefeitura de Pernambuco

Cantora virou polêmica na Assembleia Legislativa daquele estado

A cantora baiana Margareth Menezes enviou uma nota à imprensa dando sua versão sobre a disparidade de pagamento de cachês em suas apresentações em Salvador e em Pernambuco, cujos valores, respectivamente, são de R$ 30 mil e R$ 150 mil. A questão virou alvo de debates na Assembleia Legislativa de Oernambuco e alvo de denúncia do vice-líder da oposição, o deputado Álvaro Porto (PTB), que protocolou no Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE), nesta segunda-feira (2), uma denúncia em referência as diferenças contratuais de 400%.

“A artista Margareth Menezes, por meio de sua assessoria de imprensa, esclarece que o referido valor citado como pago pela realização do show na cidade de Belém do São Francisco (PE) durante o Carnaval 2015, de R$ 150 mil, é equivalente ao cachê artístico cobrado por suas apresentações no período de carnaval”, diz a nota.

“O cachê de recebido de R$ 30 mil para apresentação no dia 13 de fevereiro de 2015, em Salvador, refere-se a uma participação especial em show da cantora Mariene de Castro denominado Sete Vozes Negras, que contou com participação de outras cinco artistas. No show, Margareth Menezes cantou apenas duas músicas”, completa, esclarecendo que, nesta apresentação, a cantora ficou apenas 10 minutos. Margareth-Menezes-580x373

A assessoria da cantora ainda destacou que, no caso de Pernambuco, a Secretaria de Turismo não pagou as despesas de logística, passagens, hospedagem e equipe, que totalizava 22 pessoas, fora a carga tributária. Todos os valores, cujo pagamento do estado foi de R$ 150 mil, foram bancados pela produtora Pedra do Mar, que representa a cantora em suas apresentações. “Todos esses valores são embutidos no cachê cobrado pela apresentação”, justifica.

Foto: Divulgação
Varela Noticias

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar