BrasilEconomiaFeatured

Governo cogita estender auxílio emergencial até dezembro com parcelas reduzidas

Novo valor seria de R$ 200, mas depende de aprovação no Congresso

Integrantes do governo federal cogitam a ideia de ampliar o auxílio emergencial até dezembro deste ano. No entanto, o valor seria inferior aos atuais R$ 600 pagos, já que não há recursos no orçamento para manutenção neste patamar. As informações são de O Globo.

As fontes do jornal diz que seria três parcelas extras de R$ 200, valor inicialmente cogitado pelo governo federal, mas que foi ampliado por pressão do Congresso Nacional.

O auxílio é pago a trabalhadores informais e MEIs que perderam renda com a pandemia e beneficiários do Bolsa Família.

Contudo, para reduzir o valor do auxílio será preciso aprovar a mudança no Congresso Nacional.

Com a extensão, o programa vai custar R$ 203 bilhões, segundo estimativas do Ministério da Economia.

Segundo integrantes do governo, o presidente Jair Bolsonaro tem se preocupado em buscar uma solução para o fim do auxílio emergencial, que representa “dinheiro vivo” no bolso das famílias mais pobres, que rende dividendos eleitorais.

 

 

 

O Globo

Foto: Reprodução

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar