BahiaBrasilCulturaFeatured

Presidente da Fundação Cultural Palmares critica Dia da Consciência Negra

 

 

O presidente da Fundação Cultural Palmares, Sério Camargo, ironizou e criticou o Dia da Consciência Negra no seu perfil do Twitter neste último sábado (20). O órgão é responsável pela promoção de manifestações culturais negras e o seu maior representante deu declarações que não estão de acordo com os valores da fundação.

Sérgio Camargo, ao invés de comemorar a data, a criticou: “A data é profundamente racista e segregadora. Deveria ser abolida […]! Infelizmente, alguns aceitam a coleira ideológica dos branquelos da Folha e da academia”.

O presidente da Fundação Cultural Palmares também chamou a data de “Dia da Vitimização do Negro”, “Dia da Mente Negra Escravizada pela Esquerda”, “Dia do Culto ao Ressentimento pelo Passado” e “Dia de Luta pela Divisão Racial do Povo”.

O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20/11. A data foi escolhida para homenagear Zumbi dos Palmares. Zumbi foi o líder do Quilombo dos Palmares e um dos principais nomes da resistência negra brasileira. Ele foi assassinado nesse dia, em 1695.

 

(Varela Net).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar