BrasilEntretenimentoFeatured

Stenio Garcia faz desabafo e pedido comovente aos governantes do país

Stenio Garcia, um dos maiores artistas da dramaturgia, fez um desabafo comovente nas suas redes sociais na manhã desta segunda-feira (24). O ator de 90 ano iniciou seu post falando das sequelas obtidas, depois de testar positivo para o coronavírus duas vezes.

“São tantos remédios para tratar o pós-Covid, que estou tendo insônia por causa do cortisona, junto com dois antibióticos e antifúngico. Estou tratando uma inflamação no coração que apareceu após eu negativar, mas me causou hipotensão com suor gelado e tonteira durante 3 dias seguidos de dor no peito. Além da dificuldade para respirar ao subir escada em casa”, frisou.

O artista ainda fez uma observação referente às mortes causadas pela doença. “Fica o alerta para que todos cuidem do pós-Covid para não serem surpreendidos como amigos e amigas minhas foram com morte súbita, por sequelas do vírus e não da vacina. Inclusive nos Estados Unidos, já estão aplicando a quinta dose que é a vacina bivalente que pega a cepa inicial e variantes e também a Ômicron e alguma variante”, destacou.

O veterano prosseguiu com seu relato. “E saibam que esse vírus não é uma gripe, e sim uma inflamação multissistêmica no sangue que circulando no corpo, causa coágulos e inflamações em diversos órgãos sendo uma delas a miocardite que precisa de repouso e tratamento com médicos gabaritados. Caso a vacina bivalente não chegue ao Brasil, diante do tamanho e assustador negacionismo dos governantes, teremos que ir aos Estados Unidos tomar. Porque a prevenção é necessária e quem ama a vida não pode ficar a mercê de políticos que não cuidam do povo brasileiro como deveriam cuidar”.

O artista fez mais uma colocação: “Estamos com cientistas e os melhores médicos do Brasil, 450.000 mil mortes poderiam ter sido evitadas, e por isso ficamos sendo o párea do mundo. Admiro o @jdoriajr que vendo o descaso correu atrás, conseguiu uma vacina segura e que tem a mesma proteção que a vacina da influenza que tomamos anualmente”, falou.

E perto de finalizar o seu desabafo, Stenio fez um pedido comovente para os governadores do país. “Venho também implorar para que os pais levem seus filhos para tomar a vacina da poliomielite, porque essa doença estava erradicada há anos e estamos com sério risco de voltar e atingir os pequenos que tem um futuro pela frente. Peço aos governantes que tragam a vacina bivalente ou que liberem para as clínicas particulares comprarem, assim poderemos ter acesso e quanto mais pessoas vacinadas, mais protegidos estaremos porque diminuiu a circulação do vírus”.

Ele reconheceu as limitações do Brasil, mas concluiu fazendo a seguinte avaliação. “Sei que somos um país de terceiro mundo e com muitas dificuldades, mas vacinas são primordiais porque sem saúde as pessoas não podem trabalhar e sem produtividade o país para. Que venha a vacina bivalente”.

 

 

(Varela Net).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar